A Photoalbum te ensina a como montar um estúdio fotográfico

Todo profissional da área fotográfica deseja, em algum momento da vida, ter o próprio estúdio de fotografia para poder trabalhar à vontade com a luz, equipamentos e produções controladas por ele mesmo.

Porém, muitos não sabem como montar um estúdio fotográfico, nem quais processos precisam ser feitos para que o seu ambiente de trabalho seja autorizado para o funcionamento.

Por mais que você seja da área e tenha experiências em ensaios externos, ter o próprio estúdio de fotografia agregará mais experiência ao seu currículo e portfólio, o que consequentemente tende a aumentar a sua clientela.

Então, por que não ter seu próprio espaço de trabalho?

Pensando nisso, a Photoalbum separou algumas dicas para ensinar como montar um estúdio fotográfico sem gastar muito dinheiro.

Vamos conferir?

Saiba o que o profissional precisa saber para montar o seu próprio estúdio de fotografia 

É muito importante que o profissional de fotografia saiba que é preciso estar em constante aprendizado e ficar a par das novidades do mercado.

Para isso, vamos citar dois pontos que devem ser levados em consideração. São eles:

Escolha um estilo de fotografia e se aperfeiçoe

Não adianta querer trabalhar com todos os tipos de fotografia e não conseguir se especializar em nenhuma das áreas. 

Se o seu desejo é ser um fotógrafo de casamento, estude a fundo sobre como fotografar esse tipo de evento, assim como técnicas e truques, a fim de aprimorar sua atividade como profissional.

Existem diversos cursos de fotografia online que a Photoalbum indica para seu crescimento profissional e aperfeiçoamento técnico. 

Estude sobre marketing para fotógrafos

Além de estudar sobre tudo que envolve a fotografia profissional, recomendamos que você domine as estratégias de marketing para poder atrair e fidelizar seus clientes, além de descobrir novas formas de como ganhar dinheiro com fotografia

Nesta etapa, você deverá aprender a:

  • definir o público-alvo;
  • escolher a sua identidade visual;
  • gerir suas redes sociais;
  • posicionar sua marca no mercado;
  • planejar o custo do seu trabalho.

Para saber mais sobre o assunto, leia nosso artigo que fala sobre marketing para fotógrafos.

Agora que você já tem o conhecimento, vamos para a parte prática do processo de como montar um estúdio fotográfico.

como montar um estúdio fotográfico e tenha um portfólio fotográfico

Como montar um estúdio fotográfico: passo a passo

Não se assuste com a quantidade de etapas desse processo. Por mais que seja trabalhoso, quando você ver o resultado, vai notar que todo esforço valeu a pena.

Preparado(a) para conferir o passo a passo de como montar um estúdio fotográfico?

Passo 1: planeje tudo antes

O planejamento é a etapa mais importante para iniciar o processo.

Nessa etapa é preciso definir quanto você pode investir em documentação e no espaço onde será o seu estúdio fotográfico.

Analise como será a estrutura e tamanho, bem como quais equipamentos, móveis e acessórios vão compor o ambiente.

Além disso, é importante pensar em um nome para seu mais novo local de trabalho.

Você pode buscar dicas na internet e se comunicar com pessoas próximas para a escolha de um nome criativo para o seu estúdio. Afinal, é por ele que as pessoas associarão o seu trabalho a você.

É importante ressaltar que se você já iniciou na área da fotografia externa e está acostumado a fotografar em ambientes abertos, talvez migrar para um ambiente fechado seja um pouco difícil por conta da adaptação.

Isso não impede que você abra o seu próprio estúdio para poder editar suas fotos, receber clientes e expor o seu trabalho nas paredes do local. Ou, principalmente, que queira se enveredar em novos projetos.

Passo 2: defina o foco do trabalho e o orçamento disponível

Queremos ensiná-lo a como montar um estúdio fotográfico sem gastar tanto, já que deduzimos que você está no início da carreira e o orçamento disponível já foi comprometido pelos gastos com cursos e equipamentos.

Se você realmente deseja aprender a como montar um estúdio fotográfico, você precisa decidir o que irá fotografar, só assim estará se aperfeiçoando para tirar fotos impressionantes.

Sabendo qual área vai trabalhar, faça uma lista dos equipamentos que serão necessários para montar seu estúdio e estipule quanto que você pode investir nos materiais.

Na internet existem diversos tipos de planilhas prontas que podem te auxiliar a organizar melhor suas finanças, a fim de ter maior controle do seu dinheiro e conseguir estipular um orçamento mais exato.

Você pode contar também com aplicativos de finanças que, conectado aos seus cartões, automaticamente alinha seus gastos e te dá uma visão melhor de como separar seu orçamento entre investimento e despesas.

Os aplicativos mais conhecido para gerenciamento de finanças são:

  • Mobills;
  • GuiaBolso;
  • Minhas Economias;
  • Organizze Finanças;
  • Coin Keeper.

Passo 3: providencie a documentação necessária

Assim como qualquer outro ambiente de trabalho, o estúdio também deverá ter documentações para validar o seu funcionamento. 

Procure profissionais da área que já tenham estúdio e pergunte tudo que for necessário para sanar suas dúvidas sobre a documentação, inclusive indicação de advogados que possam realizar este procedimento para você.

Abaixo, uma lista de onde você deverá fazer o registro do seu estúdio de fotografia:

  • na Junta Comercial;
  • na Secretaria da Receita Federal;
  • na Secretaria da Fazenda;
  • na Prefeitura do Município;
  • no Sindicato Patronal.

É importante também que você fique por dentro dos direitos do consumidor. Assim, saberá como se comportar em imprevistos.


Passo 4: escolha uma localização de fácil acesso

Aconselhamos que você monte o seu estúdio de fotografia em um local que seja, primeiramente, de fácil acesso para pessoas que venham de qualquer lugar de dentro ou fora da cidade.

É fundamental escolher um lugar seguro tanto para seus equipamentos, quanto para você e seus clientes.

Caso não possua um imóvel próprio, procure por locais com aluguel acessível e que esteja no centro do seu bairro.

A visualização do seu estúdio será maior em lugares que já existam outros estabelecimentos próximos, pois já têm a circulação diária de consumidores.

Passo 5: defina qual será a estrutura do seu estúdio

Não se baseie em estúdios grandes. A área mínima necessária e recomendada é de uma com 12m², pois atende perfeitamente às suas demandas iniciais. 

Tem sim como montar um estúdio fotográfico em uma área pequena.

Organize e planeje como dividir corretamente sua sala para que os cômodos fiquem com boa circulação.

Uma vez construído seu estúdio, defina os espaços:

Organize seu estúdio fotográfico de forma que ele seja uma extensão do seu portfólio, divulgando seus trabalhos.

Você pode colocar as fotos em porta retratos, quadros ou até plotá-las nas paredes.

Passo 6: equipamentos necessários

Os equipamentos necessários para abrir o seu estúdio fotográfico são:

  • câmeras fotográficas (conheça nosso artigo que fala sobre câmeras fotográficas para iniciantes);
  • flashes externos e fotômetro;
  • gerador de energia;
  • sombrinhas, soft, refletor, tripés etc.;
  • set lights e rebatedores;
  • planos de fundo;
  • painéis e suportes;
  • acessórios para os modelos (óculos, chapéu, plumas etc.).

Para quem que não tem laboratório para a revelação de imagens, é possível buscar por empresas que tenham álbuns fotográficos de boa qualidade.

Acesse os produtos Photoalbum para conhecer o nosso trabalho.

Passo 7: defina qual será a tipologia do seu estúdio

Existem diversos tipos de estúdio fotográfico e cada um exige uma montagem específica. Vamos conhecer as áreas de fotografia mais populares:

  • publicitária (para campanhas de publicidade);
  • newborn (ensaios de recém nascidos);
  • bebês e crianças;
  • moda;
  • animais;
  • fotos sensuais;
  • formatura;
  • comida (para fins publicitários);
  • produtos para venda;
  • retratos;
  • fotografia industrial;
  • veículos etc.

Muitos profissionais cometem o erro de querer abraçar vários tipos de fotografia acreditando que terão mais lucro.

No entanto, o profissional pode ter dificuldade em se desenvolver com qualidade em diversas áreas.

É muito importante que você sempre ofereça o melhor serviço aos seus clientes.

Books fotográficos: o guia para quem trabalha com fotografia.

Passo 8: agregue uma loja ao estúdio

Por que não oferecer aos seus clientes artigos relacionados ao seu trabalho que acrescentem valor ao seu ambiente?

Coloque à venda porta-retratos, álbuns fotográficos, molduras etc.

Além de deixar o seu estúdio mais decorado e atraente, te dará mais opções de vendas, o que trará mais lucro.

Os clientes amam ter opções diversas de álbum de fotos encadernado, fotolivro personalizado, exemplos de álbum para formatura, papel para imprimir fotos etc.

Busque por referências na internet de estúdios que também têm essa opção de venda de produtos e inspire-se para montar a sua loja própria. 

Gostou do nosso artigo? Continue acompanhando o blog da Photoalbum para se manter atualizado das novidades do mercado fotográfico

A Photoalbum Universal deseja sucesso na montagem do seu estúdio fotográfico.

Se você gostou deste artigo, poderá gostar também:

Comments

comments

Copyrights © - Todos os Direitos Reservados.
Powered by Print One